Kleber Leite Óculos de veras virtual fazem mal à visão?

Kleber Leite Óculos de veras virtual fazem mal à visão?

Há 10 anos, os oftalmologistas pediam que as pessoas não assistissem a tevê bastante de perto. Mas recomendação médica não impediu a popularização dos óculos de realidade virtual, que colocam uma tela gigante colada aos olhos.

Que vai ter alguma reciprocidade entre a verdade virtual e o zelo com os olhos é óbvio, porém ainda não há estudos significativos que possam listar de forma conclusiva os perigos. O estudo de longo prazo ainda não é provável dizem os especialistas em urgência oftalmológica da iorj.med.br, uma vez que a veras virtual não atingiu bilhões de pessoas e não está em uso há muitos anos.

Apesar da falta de estudos de longo prazo e do uso restringido da realidade virtual, oftalmologistas de todo o mundo levantaram pequeno número de preocupações e vale a pena discutir. Os headsets de veras virtual oferecem imagens imersivas, geralmente em três dimensões, e o envolvente virtual tenta recompor um mundo como frequentemente é percebido fora das periferias do gadget.
Afinal, faz problema para a visão?

Com qualquer gênero de de tela, o uso distendido dos fones de verdade virtual podem causar número reduzido de obstáculos aos olhos. Desse modo, os fabricantes têm imposto limites de idade rigorosos e não aconselham o uso a crianças menores de treze anos. Isso por que ainda não se conhece os efeitos da verdade virtual em guris cuja visão ainda está se desenvolvendo.

Um “efeito paralelo” já comprovado é a fadiga visual. Porém isso não é restrito da veras virtual e vale para todas as atividades que exigem foco de visão — como a assistir a tevê ou ler um livro. Os olhos também podem permanecer mas secos do que o normal. Enquanto várias pessoas também sentem tonturas, pois as imagens em movimento convencem o cérebro de que o corpo está se mexendo junto com as imagens.
Atenção!

De antemão de adquirir um óculos VR, é importante se atentar a alguns aspectos de saúde. Pessoas com um desequilíbrio diagnosticável na força da visão entre os olhos, olhos desalinhados, percepção de profundidade limitada e qualquer requisito que interfira no foco sentirão desconforto na experiência.

De acordo com Kléber Leite , oftalmologista da iorj.med.br, se você possui ambliopia ou estrabismo deve consultar um oftalmologista para desvendar a melhor maneira de usar um fone de verdade virtual. Já outras pessoas podem ter que utilizar seus óculos enquanto usam fones de ouvido de veras virtual.